JM News Portal - шаблон joomla Продвижение

Claudiomar Fernandes da Silva, de 31 anos, foi encontrado morto na tarde deste sábado (17) em sua residência, no Bairro COHAB, em Castelo do Piauí. Segundo informações, Claudinho como era conhecido, estava sozinho na residência onde morava e morreu, após sofrer um ataque epilético. Além da epilepsia, era alcoólatra e usava drogas.

O Corpo do homem foi encontrado por vizinhos, por volta das 16h30min, já sem vida. Ele está sendo velado na residência onde foi encontrado e será sepultado na manhã deste domingo, no cemitério Santo Expedito em Castelo do Piauí.  As informações da possível causa da morte, foram repassadas pelos próprios familiares, que não acionaram a polícia e nem o Hospital local.

ACUSADO DE MATAR A MÃE   

Claudiomar Fernandes da Silva, de 31 anos, acusado de matar a própria mãe, no dia 21 de Março de 2016, na cidade de Castelo do Piauí, confessou o crime durante depoimento. A vítima, identificada como Francismeire Fernandes de Almeida, apresentava hematomas pelo corpo e sinais de estrangulamento.

De acordo com o delegado Renato Pinheiro, titular da delegacia de Castelo do Piauí, o filho confessou que espancou e esganou a própria mãe. Em depoimento, Claudiomar contou como aconteceu o crime. Ele afirmou que no dia 20 de março de 2016, por volta das 09 horas da manhã, começou a beber e quando chegou em casa por volta das 18h foi tomar banho, situação em que sua mãe começou a lhe xingar e partiu para cima do filho, lhe dando um murro nas costas. Nesse momento ele agarrou o colar da vítima e o puxou.

O suspeito assumiu que agrediu e matou a mãe por causa do “diabo da cachaça”. Afirmou ainda que não lembra, mas acha que estrangulou Francismeire com as mãos. O suspeito contou que a vítima também estava sob efeito de bebida alcoólica e disse estar arrependido do crime.

Apesar da confissão, um inquérito foi aberto pela Polícia Civil, para investigar a participação dele no crime. Cláudio ficou  15 dias preso , e depois foi posto em liberdade, onde aguardava os tramites legais da justiça.  Segundo informações, o corpo de delito foi feito, e não teve nenhum indicio que ligasse ele ao crime. 

FONTE: Tribuna Em Foco